segunda-feira, 20 de julho de 2015

A minha avó deserda-me mas não faz mal

Decidi fazer o meu quinto furo. A cosia foi simples: a minha mãe entrou lá para arranjar uma pulseira, deu-me um vipe e disse à mulher:
- Olhe, quero furar a orelha.

E furei., em cima, na cartilagem Agora está quase tão vermelha quanto o resto do corpo, e dói, mas está tão lindo, o caralho do brinco.

10 comentários:

Marisa Maria disse...

Grande táctica para ficares mais vermelha ainda xD

o bo(l)bo da corte disse...

Ahah, mais uns furos e pareces um pífaro. :)

Ines sampaio freitas disse...

Quando é que fazes o sexto?

MV*T disse...

Também ando para fazer um desses..Só preciso da coragem, saber se foi de pistola e dor comparado com os outros furos? **

Raspberry disse...

O que interessa é que valeu a pena :)

Joana AR disse...

Eu também fiz um furo na cartilagem quando a minha mãe soube passou-se ahah, isso como tudo é só no inicio e depois deixa de estar vermelho e a dor pára, eu gosto muito de ver e estou a pensar fazer outro mesmo ao lado.
http://alwaysbelieveiny0u.blogspot.pt/
Beijinhos :D

annie lancaster disse...

Irei fazer o terceiro furo não vejo a hora,!

Green disse...

Eu cá também gosto imenso de furos nas orelhas, mas parei antes que ficasse toda cheia de buracos.

Luna disse...

Ahah já foste deserdada xD

obsidiana disse...

Na cartilagem deve doer imenso.
Gabo-te a coragem. ;P