sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Alguém quer?

Passei o dia, literalmente, assim:

Cinco minutos de frio que me fazia apertar o casaco até cima e arrepiava-me toda. Cinco minutos de calor, em que ficava a transpirar nas costas e tudo.

Estar doente é a cena mais gira de sempre. É isso e assoar-me três mil vezes numa aula em que está tudo calado. Mesmo giro.

A parte engraçada da coisa (ok, se calhar não tem muita piada mas vocês sabem que tenho um humor um bocado negro) é andar a dizer que estou a espalhar o ébola.

6 comentários:

JS disse...

Põe-te com brincadeiras parvas e ainda ficas na história como a primeira morsa a ser abatida por suspeitas de estar infetada. :-)

Briana disse...

isso é meso humor negro.. Eu nunca mais me aproximava de ti

Corina de Oliveira disse...

As melhoras!

Tem um bom fim-de-semana linda! Aproveita :)

Jenna disse...

Já ouvi várias pessoas a dizer isso!

Diana Machado disse...

odeio estar toda ranhosa e estar sempre a assoar-me e depois espirro, e depois choro e depois ODEIO ESTAR DOENTE, bah. e só quero sopa quente

Green disse...

Detesto isso, mas nesta altura do ano, já se sabe.