terça-feira, 24 de junho de 2014

Chateada, porra

Fui tentar ajudar dois australianos que tinham batido numa senhora, porque eles não sabiam o que era suposto: se esperar pela polícia, se tentar falar com a outra mulher que, cabra, estava armada em puta de serviço (literalmente... estava tão bem vestida que eu ao princípio pensava que era mesmo uma prostituta). 
E depois há aqueles momentos em que uma gaja até sabe que fala mais ou menos bem, mas depois ao falar com eles, se engasga toda com os nervos. 
Mas eles acharam-me bastante simpática e no fim de lhes desejar boa sorte umas trezentas vezes lá me vim embora, depois de os ter aconselhado a esperar pela polícia, visto que a outra estava armada em parva.

Isto só para dizer que: porra, porque é que quando tenho de falar inglês com esta gente me dá um nó no cérebro?

6 comentários:

JS disse...

E eles bateram na gaja com quê? Deram-lhe murros e pontapés (como os kangaroos)???
Ainda vais conhecer um "australopitecos" que te leva para a Austrália. eheheheh

S* disse...

Credo, que gente é essa? ahahah Tu não te teres desenrascado é irrelevante, depois de saber que houve coça!

Marisa C. disse...

Ohh que pena. E ao menos eram giros? Pedias-lhes o Facebook. :-)

Patrícia disse...

Hahahah era um casal de velhos xD

Marisa C. disse...

Ahahahah, nem devem ter Facebook. :D

Green disse...

É sempre assim, nada a fazer.