quarta-feira, 19 de agosto de 2015

O horror, a tragédia

Ontem enviei um print de uma publicação ridícula que uma pita fez, cheia de erros ortográficos, para uma página que goza precisamente com essas coisas: publicações ridículas e cheias de erros.

Então eu mandei aquilo e pensei que os gajos tivessem o perfil em privado e que só aceitando a minha públicação é que aquilo aparecia. Como normalmente as imagens que eles metem são todas publicadas por eles, pensei que eles publicassem depois a imagem que eu tinha enviado.

Afinal não têm nada disso e aparece mesmo que fui eu que enviei. E deve aparecer no feed do peessoal, porque tenho amigos que já meteram like.

Vou-me preparar, que vou ser odeada pela pitalhada toda. Se eu não aparecer aqui nos próximos dias, significa que eles me apanharam. E pelo sim, pelo não: adeus.

7 comentários:

Rita disse...

Só tu xD

Tim disse...

As pitas têm mais que fazer, vá deixa-te de coisas

esperto que nem um alho disse...

É bom, para ver se essa cambada ganha vergonha. Dão mais erros que o Jorge Jesus e ainda têm a lata de vir dizer que escrevem como lhes apetecer. :/

M. disse...

Como se costuma dizer #aguentacamões!
Mas a nós fere-nos os olhos e a alma.
Mas se isso der famave mais seguidores à miúda, ela ainda é capaz de te agradecer :b

Abby disse...

Ahahaha, tu sobrevives

Teresa disse...

O que eu me ri omg xD

Green disse...

ahahah, só tu!