sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Só faço merda

Hoje fui à Tiger (oh meu deus tem coisas tão giras e tão fofas e tão barataaaas!) e assim que entrei reparei que o empregado era giro como tudo. Mas giro mesmo, giro.

Só quando saí da loja é que a minha colega me disse que o gajo nos tinha dito olá quando passámos por ele e eu nada. Même estúpida carago! A sorte é que é em frente à escola e agora vou lá passar a vida. Porque aquilo tem coisas giras e baratas, claro. Não é por ele ser um pedacinho de mau caminho.

Anyway, fui lá para comprar um termo, que às vezes me dá jeito para levar para a escola ou para o ginásio, e quando o vi, agarrei no termo, aponto-o para a minha colega, mas sem tirar os olhos da montra, e digo:
- Vês, é este!
Como não obtive resposta olhei. Era uma mulher que nunca vi na vida que estava a olhar para mim como se eu fosse atrasada mental. A minha colega tinha ficado para trás. Mijo-me a rir, peço desculpa à mulher e apresso-me a sair dali para ver se esqueço a vergonha, e para contar à rapariga o que tinha acontecido. Ao virar-me, ia deitando uma prateleira abaixo com a carteira. Mas que mania de fazerem os corredores tão pequenos, porra.

Portanto, e resumindo e concluindo, só faço merda.

7 comentários:

Briana disse...

ahah só tu mesmo.. Eu se fosse a ti ia muitas vezes à loja, nem que fosse para apreciar o rapazinho

JS disse...

As gajas a virarem-se com o baú às costas, fazem mais estragos que um elefante numa loja de porcelanas.

Ivânia Barbosa disse...

se essa tiger fica no norteshopping tbm vi esse empregado e é MESMO giro, se não for,provavelmente a tiger gosta de contratar empregados jeitosos

Indigo disse...

Deixa lá xD Acontece a todos!! E adoro a Tiger!

Green disse...

Adoro essa loja, segunda já lá vou ver as novidades.

TimTim disse...

acontece às melhores

Upsss! disse...

Estive hoje na Tiger e não comprei nada, mas diverti-me imenso a fazer cagaçal com as buzinas de bicicleta.
Aquilo é mesmo fixe; aperta-se e faz "ih-óh ih-óh ih-óh".
Estava lá uma empregada que me fulminava com o olhar, cada vez que apertava aquela merda. ;P