quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Porque me apetece, tá?

A minha cadela tem cada mania que só visto.

Não come ao pé da taça. Agarra num grãozinho de ração, anda uns metros e come. Depois volta para buscar outro. Estou tentada a tentar a dieta da bicha e correr uma maratona antes de cada garfada, para ver se resulta.

Dona Kika não se senta no chão. Não. Se lhe dizem "senta" ela vai procurar o tapete mais próximo para sentar a real peida. Se por acaso estiver fora de casa, limita-se a olhar para nós tipo "e agora? sento onde?". Fora de casa, só a vi toda esparramada na areia da praia, depois de muito andar. 

Dona Kika sempre que vai fazer as necessidades, vem para dentro, corre até à cozinha e mia (ela mia), e mia, e mia, e se por acaso eu estiver em qualquer lado ela vai miar para perto de mim, até receber o merecido biscoito. Senta-se à frente do armário e lá fica a miar a altos berros e a raspar na porta do armário com a pata. No outro dia o meu pai deu-lhe dois biscoitos sem pensar e a puta agora, não se satisfaz com um. Eu dou-lhe o biscoito, ela leva-o a correr para a sala, brinca com ele, esfrega-se nele, faz-lhe trinta por uma linha, come-o, e vem pedir outro. Repete o processo todo acima referido.

A gaja não me deixa dormir depois da uma. Se vê que toda a gente se levantou e eu continuo deitada, senta-se ao pé da cama a ladrar e só se cala quando me vê levantada.

Agora tem uma nova: se eu vou para o sofá com o pc no colo ou com um livro, a gaja não descansa enquanto não se mete ao meu colo. Encosta-se ao pc, deita-se, e vai-se chegando e dando coices no pc. Tiro o pc do colo, e em dois segundos a gaja está lá deitada.

É mimada até mais não, mas opá é tão cutchiii porra.

2 comentários:

Green disse...

Ela parece ser mesmo fofinha, e uma pequena peste, eheheh

JS disse...

Só gostava que as pessoas fossem metade do que elas são.
O mundo era um paraíso, sem hipocrisia, sem merdinhas de orgulhos feridos por nada. Só porque sim. Só porque somos os maiores se formos orgulhosos e vingativos...