sexta-feira, 2 de maio de 2014

Começo a achar que isto é de família

Tenho uma prima com quem nem me dou há uns anos mas que, parece-me, é assim meio maluca como eu e tem umas teorias à La Patrícia.

Pois a jovem criou uma teoria com a qual concordo plenamente. Há portanto dois tipos de putas. As voluntárias e as não voluntárias.

Putas voluntárias são aquelas cujo habitat natural é a escola. Com seus 14, 15 ou 16 anos, agarram-se a tudo o que tenha genitália masculina.

Putas involuntárias são aquelas que, coitadinhas, não tendo outro remédio, se encontram por exemplo aqui na baixa de Coimbra, à beira da estrada.

8 comentários:

JS disse...

Não tendo outro remédio? Desculpa mas esta não percebi. O que não tem remédio é a morte. Para mim tão voluntárias são umas como as outras. Ninguém obriga essas senhoras a prostituírem-se. Mesmo aquelas que sustentam chulos, antes de serem putas podiam ter escolhido a esfregona e, que eu saiba, não há mulheres da limpeza a necessitarem da proteção dos chulos. xD

Alana disse...

Concordo!

*Nightwish* disse...

Muito boa essa teoria! xD **

Aricia disse...

Concordo xD

Green disse...

Ahahah, que comparação!

Anónimo disse...

Ok, não concordo c o q as pitas fazem, mas há algo errado ai no raciocinio.

Alaska disse...

Parece que concordo com a teoria à La Patrícia xD

Luna disse...

Boa teoria!