sábado, 19 de abril de 2014

Estou kinda para o baralhada

Acabei de ver o filme "The Legend of Hercules". À parte de ter deprimido para catano nas partes lamechas do filme, não percebi um catano do fim.

Então a gaja decide armar-se em Maria Teresa de Calcutá e espeta um punhal no peito. A menina cai no chão, ai jasus que era nem sangra mas já está a falecer, o menino ajoelha-se e fazem rezas de amor, e fica tudo preto. Depois no fim aparece a gaja a parir a criança, e eles os três todos felizes. Ok. Fez sentido.
Afinal a gaja não morre? E como é que é suposto ela sobreviver com um punhal espetado no peito? Ah pá, coerências que eu adoro. 

7 comentários:

JS disse...

É uma lenda pá, não é um reality show.

Miss Purple disse...

E eu que amanhã ia ver o filme, fiquei a saber essa parte !! Que lindo
:p

Briana disse...

isso é porque a gaja devia de ser uma deusa ou ter poderes de regeneração e por isso sobreviveu

*Nightwish* disse...

Ainda não vi o filme (nem sabia que existia, vá...). Algo me diz que falta aí qualquer coisa que cortaram no filme... digo eu. As adaptações têm destas coisas =P ***

JS disse...

Então pá, onde é que andas? Ficaste engasgada com o folar?

Anónimo disse...

Precisas de ser regada (com regador...), a ver se arrebitas.

Green disse...

Não faço ideia que nunca vi esse filme.