segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Há males que vêm por bem, ora essa!

Uma das camisolas do meu pai foi à máquina e encolheu. Não sei o que raio lhe deu, que ela já foi lavada imensas vezes, mas deu-lhe para minguar. 
Don pai decide então vestir a camisola. Encharca-a em perfume (ele toma banho no dito cujo) e desce as escadas. Entra na cozinha e vem a ajeitar os braços. 
A mãe diz:
- O que é que te aconteceu?! 
Eu olho. O sexy do homem tinha a camisola quase a meio da barriga, com a dita cuja bastante saliente. Ele tira a camisola e pensa que é a do meu irmão, que também tem uma igual.
- Toma João, esta deve ser a tua.
- A minha está no meu quarto, ainda há bocado a vi.
Ora toca toda a gente a ir buscar a outra camisola, a ver o que raio aconteceu, e a tentar perceber porque é que o homem ficava com barriga de oito meses e meio nas duas camisolas. Mistério resolvido e a camisola encolheu. Ele ficou muito chateado, eu ganhei uma camisola nova.

E é só para salientar que os gajos são uns atronhados. Veja-se que o homem andou em frente ao espelho a encharcar-se em perfume, passou por dois espelhos a caminho da cozinha, e mesmo assim teimava em achar que a camisola lhe servia. Um pequeno génio.

6 comentários:

Green disse...

Ficaste tu a ganhar :)

Jenna disse...

Também já ganhei camisolas assim!!

Love,Jenna
http://veatravesdemim.blogspot.pt/
veatravesdemim@hotmail.com

Briana disse...

tu ficaste a ganhar :)

JS disse...

Não generalizes. Mal do mundo se "os gajos" fossem todos iguais.

Sofia disse...

Há quem não repare nesses pequenos (grandes) detalhes! ahah. Deixa, ganhaste uma camisola ;)

Margot disse...

adorei a parte da "barriga de oito meses e meio" e ainda fiquei com a imagem do teu pai de barriga de fora na cabeça ahahha