sexta-feira, 10 de maio de 2013

O meu amor por ela

A cabra da minha stôra de matemática adora-me (e a coisa é mutua). Mas a merda é: sempre que eu falo, sempre que eu digo qualquer coisa, a mulherzinha faz-me sempre a mesma cara. E qual? Esta:


Eu posso estar a dizer a coisinha mais acertada e inteligente que ela já ouviu na vida (not) mas a cabra nunca aceita o que eu digo.

Hoje na aula, num problema de probabilidades, ela estava a usar Arranjos e eu disse que também se podia usar Combinações, visto que não interessava a ordem (ao pessoal que não percebe um cu do que disse: achem-me inteligente pa catano!) e o que é que ela faz?


A CARA! E ainda a acompanha com um:
- Oh Patrícia por favor! Que complicação, cala-te!
Eu calo-me mas fico a torturá-la mentalmente, tipo gajas do Hostel.

Nem um minuto depois, uma colega minha diz exatamente a mesma coisa que eu. E ela?
- Ai C, muito bem! Andaste a estudar!

Não era matá-la?! 
Post agendado

4 comentários:

Joana* disse...

Pondo-me na tua pele e imaginando a tua professora: ela que vá comer merda!

A disse...

Realmente... xD

Filipe Silva disse...

senti deja vu, mas não consigo me lembrar quem era xD
talvez o andré saiba .

Green disse...

Nessa caso sim, pelo menos esganá-la.