quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Psicologia

Hoje, no fim da aula de psicologia, e porque já não dava tempo para dar matéria, o stôr começou a conversar connosco e metemo-nos todos no paleio. Eu puxei o cadernito que tenho e comecei a rabiscar. Passado um bocado o homenzinho aparece-me ao pé de mim vindo não sei muito bem de onde e eu esparramei-me na mesa para ver se escondia aquilo porque não gosto que os vejam. 
Nisto ele vira-se:
- Ah tens jeito! Tens uns traços bons! Não seguiste artes?
Eu fiquei super envergonhada e com o coração logo todo sdhfgskfb.
Eu a entrar em modo tomate- Ah... não. Pensei nisso mas depois coise...
Ele- E queres seguir o quê?
Eu ainda vermelha- Ou psicologia, ou línguas.
E depois ele esteve a falar um bocadinho comigo sobre isso. Diz que nalgumas áreas da Psicologia a coisa nem está muito má.
Sinceramente? Aqui a je cada vez se sente mais divida e confusa. Adoro Psicologia mas eu sei lá. E se gastar dinheiro e tempo a tirar um curso que não dê em nada? Vá, hoje em dia, o que é que tem saídas? Enfim, a coisa está linda, está...

6 comentários:

Carolina disse...

Eu também adoro psicologia mas não me vejo a fazer disso profissão... Neste momento nada (ou quase nada) tem saída por isso gasta o dinheiro a tirares um curso que realmente gostes. Claro que também tens de pensar no futuro e não vale a pena tirares um curso que completa outro se não tirares mais nenhum porque não vai adiantar de nada. Há que saber ver isso mas, especialmente, há que escolher algo que te deixe realizada :)

Bárbara M. disse...

concordo com a carolina. neste momento quase nada tem saida por isso segue o que mais gostares e com o que te identificares mais

Patrícia disse...

Obrigada meninas :D

Su disse...

Concordo com o que ja foi dito!

Neste momento nada tem futuro, por isso tira um curso que realmente gostes =)

Green disse...

Não te querendo deixar ainda mais confusa, mas... pondo as artes de parte, se gostas de psicologia e de línguas, que estás tu a fazer em ciências??

Patrícia disse...

Nem eu sei! Na altura vim porque odeio história e geografia, e as biologias e geologias são coisas que me interessam e que até gosto. Mas pronto...