sábado, 21 de abril de 2012

Isto hoje anda um bocado para o esquisito...


Sabem uma coisa que me assusta? A velhice.
Não, não é a minha. Não, não sou daquelas que se pensa em matar quando encontrar a primeira ruga.
A verdade é que hoje, não sei muito bem porquê, estou farta de pensar na velhice dos meus avós e isso assusta-me.
Sei lá, ver o meu avô todo aflito quando sobe as escadas do prédio, ver que ele já se começa a esquecer de coisas muito simples e que temos de lhe repetir as coisas mil vezes... faz-me impressão. Não por o ter de fazer, mas por achar que cada vez que isso acontece, é um sinal de que ele não vai ficar aqui para sempre.
E pronto, hoje estou a pensar muito nisso.

22 comentários:

patrícia disse...

Também costumo pensar nisso. Não consigo sequer imaginar como vai ser no dia em que, especialmente a minha avó, já aqui não estiver :s

Patrícia disse...

Mesmo :$

Bernardo disse...

A mim assusta-me a morte

addle disse...

Penso imenso nisso em relação à minha avó, que é aquela pessoas que eu sei que posso contar sempre. No fundo, é a minha melhor amiga e assusta-me perdê-la um dia...

Patrícia disse...

Bernardo- A mim também...

addle- Eu também não gosto mesmo nada de pensar nisso :$

M. disse...

Sinto isso quando olho para a minha avó, era cheia de vida e com o tempo tem vindo a perder vitalidade mas temos que pensar que a lei da vida é mesmo assim e o importante é eles estarem connosco.

Beijinhos

Joana disse...

Sempre que penso nisso sinto uma aperto no coração, por isso compreendo-te!

L.O.L. disse...

Hoje por exemplo os meus pais (com 75 anos) foram de Lisboa para Coimbra com o meu pai a conduzir. É claro que fico sempre com o coração apertado cada vez que eles vão para a santa terrinha. A velhice é tramada. Mas morrer novo é muito pior, diga-se de passagem.

Joaninhaa disse...

Isso também me atormenta, e cada vez vez mais..

Patrícia disse...

M.- Grande verdade! :)

Joana- Também eu... :$

L.O.L- É verdade, quando os meus avós andam de carro, fico preocupada... :)
Sim, tens razão! Acho que morrer novo é bem pior :)

Joaninhaaaa- Sim, a cada sinal de velhice...

Green disse...

Isso é uma realidade e temos mesmo de estar conscientes dela. Mas mais vale não pensarmos nisso, senão andamos sempre cabisbaixo.
Beijinho.

Patrícia disse...

É verdade :)

Kim III disse...

às vezes também penso nisso... mas pronto, só quando lá chegarmos é que conheceremos a sensação :)

Kim III disse...

às vezes também penso nisso... mas pronto, só quando lá chegarmos é que conheceremos a sensação :)

guess disse...

Solidão, dor, morte... não é uma boa forma de premiar quem se esforçou tanto para lá chegar. :(

Patrícia disse...

Kim III- É verdade :) Mas custa mais quando vemos os outros :)

guess- Felizmente nem todos têm de passar pela solidão e pela dor... Já na morte temos todos...

guess disse...

Já não sei o que é pior...

Patrícia disse...

Oh depende de como vires as coisas... Morte é algo que todos temos como certo. Não vale a pena negar :) No nosso momento, todos temos de ir. Já a dor e a solidão são dispensáveis :)

guess disse...

Sim, mas a ideia de morte, esta sensação de que tudo isto que agora temos vai acabar, é como uma morte lenta que trocava por qualquer coisa menos dolorosa e triste.
E faz favor de não voltar a terminar o dia a espalhar esta deprimência. :(

Patrícia disse...

Sim, é verdade... Mas por isso mesmo é que temos de viver bem! (grande cliché hã? xD) Se vamos viver sempre a pensar no fim, então não fazemos nada! Por isso é que devemos dizer/fazer as coisas quando queremos! :)
Hahaha hoje vou-te dedicar uma música toda animada dos Marron 5, queres? xD Hahaha já sei que não gostas dele :p

guess disse...

Quem disse que não gosto?
Eu gosto de muitos tipos de música...
Mete lá, a ver se gosto, vá!

Patrícia disse...

Tu e a Patrícia fartaram-se de gozar com a voz do Adam! :o
Haha à noite meto uma para ver se não termino o dia em deprimência como ontem (realmente foi mesmo deprimente xD)