segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Nem sequer tenho título para isto

Hoje na aula de Biologia, fiquei com os R's na mesa e a outra Patrícia ficou com duas colegas minhas. A stôra disse para nós fazermos grupos de três e depois disse:
- Ah, ficam já assim, como estão. Ó meu Deus, as Patrícia's separaram-se? Então e agora?
Ah pois é! Até a stôra de Biologia já sabe que nós nunca nos separamos. Começámos logo todos na galhofa e eu:
- Ó meu Deus, não vou sobreviver!
E ela:
- Pois, também me parece que não...

Ah pois é, somos uma coisa impressionante! Até as stôras nos gozam. Enfim, sou uma triste. 
Bem, agora vou agarrar na malinha e vou para a escola ter Matemática e depois explicação de Matemática. E depois vou estudar Matemática. E provavelmente ainda vou ter pesadelos com Matemática.
Credo, já vi que vai ser uma tarde para esquecer... Adoro-te Matemática (minha estúpida que me persegues e que odeias. Mas vá que ultimamente até te tens portado bem).

7 comentários:

O Batata disse...

Isso das Patrícias inseparáveis é fruto de algum "romance" gay?
Não leves a mal... hoje em dia é normal.

Patrícia disse...

Haha não, mas damo-nos muito bem. Na turma estamos quase sempre juntas. Digamos que somos as duas malucas e como já somos amigas há alguns anos e nos conhecemos melhor, estamos sempre na paródia e há coisas que só nós entendemos :D

patrícia disse...

Batata, damo-nos muito bem mas não há cá misturas! O que se passa é que somos tão telepáticas que nem precisamos de falar para nos partirmos as duas a rir e como estamos sempre juntas, já é hábito verem-nos a aparvalhar, daí o comentário da stôra.
Ahahahah, isso foi mesmo mau! xD

Patrícia disse...

Exato! :D
Basicamente somos as parvinhas lá do sítio :p

guess disse...

Ora assim estava bem melhor. Estavas tão alegre e de repente o tempo virou e ali em cima ficou tudo tão sombrio... Aquilo é falta da companheira inseparável ahah.

Patrícia disse...

Por acaso esta aula foi a única de jeito. Estive sempre na paródia com os R's :)

Green disse...

ahahah, isso deve ter sido engraçado.
E não odeies tanto a matemática, a sério.