quinta-feira, 1 de maio de 2014

Ela fica sempre mais entusiasmada do que eu

Veja-se bem que acabei por não comentar nada na foto do puto. Qualquer dia até me torno boa irmã, credo. 

Ontem estava com os meus pais no restaurante, e como não tinha nada para fazer, pus-me a rabiscar. Pus-me a pesquisar ideias e lembrei-me que nunca tinha tentado desenhar um elefante. Então rabisquei dois elefantes bebés (um de frente e um de lado) e um elefante de trás. 

A minha mãe, discreta como sempre, chega-se por trás de mim de surpresa e comenta super alto:
- Gosto desse cu! - enquanto apontava para a folha. 

Um senhor que aqui estava olhou de repente ao ouvir aquilo e eu tento explicar:
- Cu... de elefante.
Ela- Sim, sim. Mas está giro!

Qualquer pessoa que ache que eu não sou normal tem mesmo de conhecer a minha mãe, a sério.

7 comentários:

Marisa Maria disse...

a tua mãe é a discrição em pessoa

patrícia disse...

Ouvi a voz da tua mãe a dizer isso enquanto lia. Hilariante AHAH

JS disse...

Pode ser que ela tenha mais sorte do que eu, cujas palavras de incentivo a que tirasses partido do imenso talento que tens para o desenho, foram sempre... desvalorizadas, para não usar um termo mais forte. :\

Nea* disse...

A minha mãe é mais anormal que eu também!

Jenna disse...

Eu pagava para vos conhecer ambas!!

Green disse...

Ahahah, quem sai aos seus...

JS disse...

Olha, desculpa "voltar à carga" com este assunto, mas este post é que teve a culpa de fazer ressuscitar esta ideia antiga. xD
Quando é que decides publicar uns desenhos? A sério Patrícia, tu tens imenso jeito, ou talento, ou seja lá o que for e tenho a certeza que era uma coisa que te ia fazer muito bem ao ego. De vez em quando o ego também precisa de ser alimentado para nos puxar para cima, em especial quando a vida só nos empurra para baixo.
Pensa nisso e se este comentário for de algum modo comprometedor da tua privacidade, apaga-o (já estou a comentar aqui, porque assim é menos provável que alguém o veja), porque acho que ia ser uma experiência engraçada.
Não quero dizer que fizesses do blog uma coisa muito séria e chata, com grandes pretensões. Mas uma vez por outra - até a ilustrar um ou outro texto - ia ser giro e muito porreiro para ti, para a tua autoestima.
Já imaginaste o sucesso que ia ser quando as pessoas vissem desenhos feitos por uma morsa? Ahahah
Pronto, esta é a parte parva... não ligues. xD
Pensa nisto e acredita que estou a falar muito a sério. Acho que ia ser muito bom para ti, em termos pessoais.
Não sejas casmurra!