segunda-feira, 21 de abril de 2014

A confusão da banana

Ontem fui jantar fora. O empregado de mesa começou a servir a picanha, que vinha acompanhada por banana frita.
Nisto eu, completamente inocente (a sério, juro que sim) digo:
- Olha João, não és tu que gostas muito de banana?
O meu tom de voz devia ter sido meio estranho porque empregado começa-se a rir, o meu irmão fica com ar de "ó mana!" e eu apresso-me a dizer:
- Não, não, não, não! Foi uma banana completamente inocente!

Não ajudou. Nada mesmo. Desmanchou-se tudo a rir.

6 comentários:

JS disse...

Não gozes, que um dia podes ter um filho assim. XD

Athena disse...

"Foi uma banana completamente inocente!"
Não me vou esquecer desta.

JS disse...

Vou-te contar uma curiosidade que não meti no outro comentário, porque depois apagavas tudo e não me convinha...
Sabes que desde que li sobre o empregado a servir a picanha, não me sai da cabeça aquela treta que eu inventei, sobre o "Jervásio" com "J" e tu, os dois agarrados ao grelhador a grelhar "coiratos". Ahahah
Fogo, tanto trabalho que eu tive a fazer aquelas montagens... e ficaram tão fixes...
Pronto, agora apaga isto. Não me queiras enterrar mais do que eu já me enterrei. :\

Briana disse...

tu sempre pronta a manchar a reputação do teu irmão

JS disse...

E é nestas alturas que fica uma confusão tremenda na minha cabeça, pois não percebo se me estás a atirar um biscoito, ou uma pedra...

Green disse...

Só tu, ahahah