segunda-feira, 11 de novembro de 2013

É por ser Domingo à noite, amanhã passa

Uma rapariga que eu conheço, que anda em artes, meteu uma foto no facebook do quarto dela, todo virado do avesso e cheio de tintas, papeis, jornais, pincéis e trabalhos no chão.
E foda-se, deu-me a nostalgia. O quão arrependida estou de não ter ido para artes, por medo.
Às vezes meto-me a fazer merdas cá em casa só por gosto e adoro estar sentada no chão descalça, com os fones nos ouvidos, a cantar enquanto me entretenho a fazer um trabalho manual qualquer. Adoro ir à gaveta e agarrar nos pincéis, nas tintas e tentar desenhar uma coisa qualquer. Adoro fazer coisas com cartolinas e afins.

E no entanto estou aqui, a repetir o 12º ano em ciências, sem média para conseguir entrar onde quero (visto que tenho de entrar na minha cidade) e com uma enorme vontade de me atirar para a linha do comboio, de cada vez que penso no que raio vai ser a minha vida.

14 comentários:

Pusinko disse...

Eu fiz ciências no secundário, moro com uma artista e um nerd punk (informático de cabelo às cores), temos o bouquet completo.
Brincadeiras à parte, desde que faças o que gostas, vai correr bem.
Além disso, não é impossível conciliar diferentes áreas ;)

Aricia disse...

o que queres seguir e qual é a média? Será que se fizeres este ano melhoria de exames não consegues subir a média?

Aricia disse...

E de qual é a tua média e a média do curso de psicologia?

Pusinko disse...

O termo correcto é Geek-Punk-Animé. Gosto de Geeks (resolvem muitos problemas informáticos e normalmente relaciono-me bem com eles) e Punk porque, bem, cateye preto, cabelo às cores e Animé pelas artes marciais avançadas.

Again, no que toca a fazer o que gostas, não tens de fazer só uma área. Tens é de investir nas que gostas. Pode não ser ao mesmo tempo na fase inicial, mas podes conciliar quando dominares ambas ou as que forem :)
A título de exemplo, conheço 1 coreana que é cantora lírica mas depois mudou para ciências. Sei de outro tipo que estudou História, depois Belas Artes e finalmente Medicina. Há sonhos que temos desde pequenos, outros só descobrimos depois de começar carreira noutra coisa que pensávamos ser a tal. E o tipo que trabalhava numa oficina de mecânica, decidiu ir para engenharia e acabou especializado noutra área do saber?
See? tanta gente que mudou de ideias a meio ou depois de concluir ciclos de estudos.



O inimigo público disse...

Se alguma vez te deste ao incómodo de ler os meus comentários, sabes a minha opinião sobre isto. No entanto, caso tivesses escolhido artes – área tão mal tratada em Portugal - nada te garante que neste momento tivesse mais certezas acerca do que vai ser a tua vida.
Só há uma coisa certa na vida e essa esperamos que venha o mais tarde possível. O resto é um monte de dúvidas que cada um de nós vai ultrapassando (ou não) da maneira que, em determinado momento, nos parece a mais acertada. Não adianta ficarmos amarrados a “se’s”, nem adianta isto que eu estou a dizer, porque é muito fácil apontar soluções aos outros. Mas um dia todos chegamos às nossas encruzilhadas e há uma altura em que temos de optar por um caminho. Só no futuro saberemos se foi a escolha acertada e, caso não seja, há sempre tempo de voltar atrás. Da maneira que o mundo está, ser estudante mais um ano, ou uma licenciada desempregada, a diferença não é muita. Eu sei que tudo quanto te possam dizer neste momento, não vai ter grande efeito no modo como te sentes. Se fosse fácil controlar as emoções, já tinha controlado as minhas há muito tempo. Por isso só posso desejar que as coisas melhorem. Um bom resultado a matemática podia dar uma ajuda… que assim seja.
Boa sorte e desculpa o “comentário testamento”. Se achares demais, apaga. Podia resolver isto com um “vai correr tudo bem”, mas ambos sabemos que não é assim. Esperemos só que hoje seja melhor do que ontem e amanhã melhor do que hoje.
Oremos (lol).

S. disse...

qd escolhi ciências estava super indecisa entre esta área e artes. no entanto, tal como tu já estou no 12º de ciências e, por vezes, penso que foi um erro vir para esta área. mas depois meto-me a pensar «o que é que eu ia fazer se tivesse ido para artes?» a verdade é que tenho toda uma vida planeado à volta das ciências e dos animais. se tivesse ido para artes não sei, mito sinceramente, o que faria. por isso acho que estou na área certa. apesar de, por vezes, me dar uma nostalgia de desenhar, de fazer trabalhos manuais ou simplesmente pintar ! mas a vida é feita de escolhas e eu escolhi ciências e é disso que vou construir uma vida.

black hole disse...

Os artistas mal ganham para comer...
Porque tem de ser na tua cidade (que é???)?

IceQueen disse...

Também escolhi ciências em vez de artes por medo, por não vir a ter futuro nenhum, pelo menos em Portugal. Até houve uma altura em que pensei em voltar ao 10º ano para ir para artes... Sempre que penso no que vai ser a minha vida, também fico mesmo chateada...principalmente porque toda a gente vem com a conversa do "faz algo de que gostes", coisa que me deixa um bocado irritada também... Mas enfim...como já disseram, há sempre hipótese de se conciliar as coisas. Depois de um curso, pode vir outro, noutra área completamente diferente. Não é a porcaria de um curso que vai ditar a nossa vida; é nisto que me costumo agarrar quando as coisas não correm muito bem =)

O inimigo público disse...

Então, já é segunda à noite. Ainda não passou?

Catarina disse...

Eu também estive muito indecisa entre ir para artes ou não. Agora estou a repetir o 10º ano de ciências e às vezes penso que se calhar isto não teria acontecido se estivesse em artes.

Briana disse...

e serás que só gostas disso por ser um hobbie ou continuarias a gostar mesmo sendo uma obrigação?

Green disse...

Não penses assim, se gostas de psicologia vai em frente, e estarás sempre a tempo de estudar alguma coisa em artes também :)

Su disse...

gosto muito de artes, divirto-me aqui com trabalhos manuais, mas eu fui para humanidades.. porque sempre quis educacao e podia / posso fazer trabalhos manuais na area =)
Nao desesperes... artes nesse pais esta de morte...

Athena disse...

Ciências dá para TUDO.
Acabas o 12º ano em ciências, e acho que consegues entrar em artes ou merda assim na universidade.