quarta-feira, 23 de outubro de 2013

É preciso uma paciência de corno

Na segunda tive explicação. Acabei eram umas sete e meia (já estava escuro) e eu ainda estava super doente. O meu explicador tinha de ir buscar a filha a casa da prima e ofereceu-me boleia. Tudo bem.

Esta semana o homem vai ter formações até tarde e por isso hoje a explicação vai ter de ser à noite. Obviamente que, com teste para a semana, não me vou dar ao luxo de dizer que não vou à explicação só por ser à noite, certo?

Pois a minha avó, aquela alminha complicada, meteu na cabeça que o homem pode ser um pedófilo. E se eu ainda gozei com a coisa a primeira vez que ela me disse, ao fim de uns quantos telefonemas a fazer perguntas absurdas, passei-me. E sim, eu às vezes sou bruta para catano. Portanto agora a minha avó não me fala e o maior drama da vida dela agora é eu ter explicação com um homem. Juro que não entendo a cabeça retrógrada dela e muito menos, a mania que ela tem de que tudo o que mexe, é mau.
Não tenho paciência.

4 comentários:

JS disse...

Ohhh... ohhh, havia tanto a dizer sobre isto, mas agora não me apetece. Até porque duvido que conseguisses perceber tudo... :\

Briana disse...

ahah ás vezes as avós metem cada coisa na cabeça..

Athena disse...

Epáh, há muitos homens pedófilos, mas poça, nem todos os homens o são!

Green disse...

Tem outra idade, é normal que pense assim...