sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Sou doida e ponto final

Já toda a gente sabe que eu sou doida. 
O que podem não saber, é que eu falo sozinha. Sim, pelo menos falo com gente interessante, ok?
Mas pronto, falo sozinha muitas vezes. E isso às vezes é meio para o assustador.

Situação 1:
Estava a entrar na arca (aquela porra parece uma casa, super grande! É daquelas que é uma divisão com uma porta e o carago). Mas pronto, estava a entrar na arca, quando escorrego e solto um guincho. E depois começo num interessante monólogo:
- Vais partir a cabeça, vais! E depois passas uma noite de natal santa. Juntas-te à árvore de Natal e fazes de bibelô, toda contente!
E quando me virei, tinha um cozinheiro a olhar para mim com o sobrolho franzido.

Situação 2:
De manhã, numa das vezes que ia caindo, comecei:
- Ahhh porra, porra, porra! Vais cair... Ah que linda coisa, coisa maravilhosa! Vais cair... vais cair... (isto numa bela de uma melodia, só para a coisa ficar mais linda).
Tinha um velho sentado na paragem de autocarro a rir-se para mim.

E pronto, isto foi só hoje. Porque normalmente, isto é o pão nosso de cada dia.

5 comentários:

Lani disse...

Ahahah, eu acho que toda a gente tem momentos em que fala sozinha xD *

Jessy disse...

Eu também falo às vezes sozinha, mas nunca me aconteceu nada assim ;)
Beijinhos ;)

Karina sem acento disse...

LOL às vezes também falo sozinha, e também já me aconteceram umas situações caricatas à conta disso :P

miii disse...

Eu também falo sozinha, mas acho que falo mais baixinho do que tu! xD

Green disse...

Toda a gente fala sozinha, é natural.