sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Eu e o Jervásio e coise e tal

Aqui no take away dos meus pais, trabalha um homenzinho de raça negra. É preto, pronto.  Nada contra, obviamente.
Mas é bastante interessante o facto de certas expressões populares me parecerem deveras racistas e eu só dar por ela agora, com o homem cá.
Reparem nalgumas situações que deixaram muito a desejar a nível mental:

Lembram-se do Jervásio? Não, pois não. Ide ver. Pronto, agora prosseguindo...
Entro na cozinha toda contente e perguntam-me quem é que tirou não-sei-o-quê de não-sei-onde.
Eu armada em esperta:
- Foi o Jervásio! (com sotaque à preto)
Viro-me e o homenzinho estava atrás de mim. Eu fiquei a olhar para ele muito aflita, mas por sorte ele não me ouviu.

Mais tarde entro na cozinha e o meu pai pergunta-me pela minha mãe.
Eu novamente armada em esperta:
- Fugiu com um preeeeeeee.... russo! Fugiu com um russo... um russo qualquer. 
E nisto um outro senhor olha para mim e começa-se a rir.

Sim, tenho de ter cuidado...

PS- Vim cá escrever isto num instante. Assim que conseguir vou ver os vossos blogs, desculpem lá a ausência, gente.

7 comentários:

Amante Japonesa disse...

sim tenho 2! mas ja tive 5 (:

sanddi disse...

acontecem-te com cada coisa, ahah adoro ler post's deste género :)

Mel Pereira disse...

Também já passei por algumas situações embaraçosas desse género! xD

Karina sem acento disse...

Ahahah às vezes é preciso ter cuidado, porque uma pessoa até diz as coisas na brincadeira mas nunca se sabe quando vão levar a mal :P

miii disse...

Ahahah, tu és um máximo! xD

Green disse...

Só tu! :p

Djow disse...

Ri-me tanto! Hahaha xD