quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Dia 13- Uma carta para alguém que te feriu recentemente

Bem, não se pode dizer que me magoaste recentemente. Na verdade, só o fizeste duas vezes. E já lá vão 7 anos da primeira vez e 1 ano da segunda. Mas sabes que mais? Ainda dói. Ou melhor, ainda sinto as marcas.
Que estupidez não é? Não era suposto eu ficar assim, porra! Vejo-te todos os dias, convivo contigo, durmo na mesma casa que tu... e mesmo assim às vezes ainda tenho vontade de passar por ti sem te falar.
A verdade é que já te desculpei, a sério que sim. Mas mesmo assim às vezes tenho tanto medo que volte a acontecer. E tenho medo que me aconteça a mim, mais diretamente. Se calhar é por isso que, sempre que me aproximava de algum rapaz ou alguém sentia alguma coisa por mim, eu me afastava repentinamente. Porque se calhar tenho medo que me façam o mesmo que tu fizeste. Afinal de contas, eras a última pessoa de quem eu esperava isto, certo?
E pronto, é isto, pai.

12 comentários:

Kim III disse...

Acho que devias expor-lhe essa situação, caso nunca o tenhas feito. Talvez te sintas bem melhor..

Rita . disse...

ó princesa, oq aconteceu ?

Patrícia disse...

Kim III- Ele deve saber, acho eu. Faz uma pequena ideia. E não vale a pena, não gosto de falar disso... :)

Rita- Oh já passou, nem vale a pena :)

Runaway disse...

Crescer, ficarmos mais maduros, implica, entre muitas outras coisas importantes, aprender a abrir o coração.
Ao deixares sair o sentimento de revolta, ficas com mais espaço para o amor e para o perdão.

Plim disse...

Eu acho que percebi o que aconteceu. Auch, dói acredito que dói. Felizmente não sei o quanto custa, mas sei que custa pois passei por uma fase na minha vida em que duvidei e quase achei que tal coisa poderia estar a acontecer.
Como dizes "desculpaste" mas há coisas que por mais que queiramos desculpar não esquecemos, pois ainda não conseguimos acordar amnésicos porque queremos!

S* disse...

Lamento muito, sem bem o que dói.

Rita . disse...

De nada princesa (:
Se quiseres desabafar podes vir ao meu blogue, sempre (:

Patrícia disse...

Runaway- Sim, é verdade...

Plim- Exato... Enfim, é estúpido e às vezes é meeeeesmo complicado pensar nisso...

S*- Oh, isto passa, depende dos dias :D

Rita- Obrigada :)

Susi disse...

Possa, este post é forte :S

Sintonia disse...

é complicado ler uma coisa destas e ficar assim, porque quero dizer alguma coisa e não sei o quê. Estou de acordo com o Runaway, é optimo quando sentimos em nos mudanças assim (relativo ao teu dia 9), mas parte dessa mudança passa por aprenderes a guardares o que realmente interessa e a deixares ir o que magoa...

Patrícia disse...

Susi- Oh, isto ficou assim meio para o confuso e tal...

Sintonia- Oh não precisas de dizer nada piquena :)
Sim, é verdade :)

Green disse...

Essas situações magoam e fazem-nos ficar com uma ideia tão má dos nossos pais.